Os pais ou responsáveis legais pelos alunos matriculados na escola têm papel fundamental no processo educativo.
O Regimento do CSD explicita a importância do envolvimento da família para que o processo educacional alcance os resultados esperados.

Direitos dos Pais:

  • Serem atendidos com profissionalismo em todos os setores da escola.
  • Manterem-se informados sobre o desempenho escolar (atitude e/ou notas) de seus filhos através do boletim trimestral, telefone ou conversas, previamente agendadas, com a direção, coordenação, orientação educacional, professores ou assistência de alunos, conforme o caso.
  • Participarem de eventos promovidos pela escola através de convites especiais.
  • Participarem das avaliações do trabalho da escola e apresentarem sugestões que serão acatadas dentro das possibilidades do momento e se estiverem em consonância com a filosofia dominicana e as finalidades educativas do Colégio São Domingos.

Deveres dos Pais:

  • Cumprir e fazer cumprir as normas previstas no regimento escolar e nas leis.
  • Proporcionar aos filhos condições para o seu desenvolvimento educacional.
  • Zelar pela garantia do direito da criança e do adolescente:
  • à igualdade de tratamento na escola,
  • ao respeito por parte de seus educadores,
  • de contestar critérios avaliativos e poder recorrer às instâncias escolares superiores,
  • de organizar e participar de entidades estudantis.
  • Informarem à Direção da escola qualquer situação de desrespeito para que sejam tomadas as medidas necessárias à preservação dos direitos acima citados.
  • Encaminhar o aluno a atendimento especializado, no caso de orientação por intermédio da escola, tendo em vista as necessidades específicas; sob pena de comunicação da escola ao Conselho Tutelar ou à autoridade competente para promover a defesa dos interesses da criança ou do adolescente.
  • Acompanhar a freqüência do aluno e justificar, por escrito, as ausências.
  • Acompanhar o desenvolvimento das atividades educacionais do aluno e comunicar, por escrito, as dificuldades específicas.
  • Acompanhar o aproveitamento escolar do aluno e auxiliar a escola no plano educacional para que o aluno encontre condições de superar as suas dificuldades e deficiências específicas.
  • Proporcionar aos filhos orientações relacionadas à sua formação integral tais como:
  • o exercício da cidadania;
  • o respeito às regras de convivência e às leis;
  • o conhecimento dos seus direitos e deveres;
  • os valores sociais do trabalho;
  • a importância do pluralismo político;
  • a promoção do bem comum, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação;
  • a dignidade da pessoa humana e a necessidade de tolerância e de respeito aos outros para a construção de uma sociedade livre, justa e solidária;
  • o valor da pontualidade quanto ao horário das atividades escolares, do uso do uniforme, e do material escolar devidamente organizado, com as tarefas escolares cumpridas;
  • a justificativa, por escrito, da ausência em reuniões escolares, gerais ou individuais;
  • Informar à escola qualquer alteração no núcleo familiar que possa interferir na relação educacional vivida pelo aluno.
  • Informar à escola, no momento da matrícula ou sempre que houver alteração, o contexto geral de saúde e desenvolvimento do aluno, bem como orientações específicas para a hipótese de acidentes.
  • Acompanhar os alunos no trajeto casa/escola e vice versa.
  • Devolver assinada toda comunicação enviada pela escola.